USARESSAIMAGEMAGR

Jornalista Marina Machado, ex-TV Band, lançou “Diário da Gratidão” em evento “drive-thru” na capital paulista

Ação aconteceu neste domingo, 4 de outubro, na entrada do Hotel Pullman Ibirapuera, na Zona Sul da capital paulista

A jornalista Marina Machado, que recentemente deixou a Band, onde atuou como repórter e apresentadora por 22 anos (na soma de duas passagens), teve uma ideia original para promover o lançamento do “Diário da Gratidão”, sua mais recente obra literária: devido à pandemia de Covid-19, e em respeito às medidas de distanciamento social, o livro foi lançado no estilo “drive-thru”, em evento que aconteceu neste próximo domingo, 4 de outubro, das 11h às 13h, na entrada do Hotel Pullman Ibirapuera, situado na Zona Sul da capital paulista.

 

No local, leitores anônimos e famosos que já tinham adquirido a obra pela internet receberam seus exemplares diretamente das mãos da autora, que os autografou na hora. Quem ainda não havia comprado pôde adquirir no próprio local. Tudo de carro e sem aglomerações.

 

Coincidentemente, Marina Machado celebrou aniversário ontem, 4 de outubro. “A escolha da data para a realização do evento de lançamento do livro não foi aleatória: enxerguei a possibilidade de apresentar a obra, que aborda um tema necessário, sobretudo em momento tão delicado como o atual, ao passo em que também agradeci pela oportunidade de um novo ciclo de vida”, afirma.    

 

Dona de dois canais no Youtube, entre eles o “Marina Machado Jornalista”, no qual promove lives sobre assuntos ligados à saúde, Marina Machado criou intuitivamente o próprio diário da gratidão como um exercício pessoal. “Quando passei a postar fotos e frases sobre gratidão nas minhas mídias sociais, comecei a receber muitas mensagens de pessoas agradecendo por lhes incentivar a ter esse novo olhar”, conta.

 

“Como gosto muito de estudar formas melhores de viver, fui me aprofundando em questões relacionadas à saúde física e mental. Descobri que a gratidão é uma qualidade importantíssima para o nosso bem estar. O projeto é um convite para que a pessoa olhe para a sua vida, para o seu dia, para as suas coisas, e perceba que as razões para agradecer a rodeiam o tempo todo. Das mais simples às mais profundas. O livro foi pensado para que possamos nos melhorar por dentro e por fora, e tornar a vida de quem nos cerca também mais leve e feliz”, explica.

 

Marina Machado criou um livro rápido, porém com bastante espaço para o leitor se inspirar e fazer as suas próprias anotações diárias. “A ideia é que as pessoas possam vivenciar os exercícios que proponho em meio a muitas dicas, curiosidades e reflexões sobre a prática da gratidão”, adianta a jornalista. O livro tem formato A5 (148x210mm), possui cerca de 100 páginas e capa com acabamento em laminação fosca.

 

A obra foi viabilizada por meio de uma plataforma colaborativa de financiamento. A meta foi alcançada em menos de dois dias. Um feito surpreendente até para a própria plataforma de financiamento. “Mostra o quanto as pessoas estão interessadas no assunto. Todos que colaboraram terão seus nomes nos agradecimentos do livro e receberão um convite especial para participar de uma videoconferência comigo. Quero poder falar sobre a experiência e, claro, poder lhes agradecer ao vivo”, adianta Machado.

 

A jornalista também criou recompensas para que leitores como marcador de página magnético e cartela de ‘post-its’ com frases relevantes sobre Gratidão. “Estou encarando esta iniciativa como uma oportunidade para demonstrar a minha gratidão pelo público”, conclui. O livro “Diário da Gratidão” vale R$ 35,00 e pode ser adquirido por meio do Instagram da autora: @marina_machado.

 

Gratidão - É um remédio poderoso. Quem agradece desfruta de bem-estar, aumenta a resiliência, fortalece vínculos interpessoais, reduz o estresse e previne a depressão. Os agradecidos têm sistemas imunológicos mais fortes, apresentam pressão arterial mais baixa e, como se não bastasse, ainda dormem melhor. Estes indivíduos têm “saúde de ferro”. Os efeitos positivos da emoção foram descritos num artigo publicado no início de 2020 por uma associação de ex-alunos da prestigiada Wharton School, escola de administração vinculada à Universidade da Pensilvânia: https://www.whartonhealthcare.org/discovering_the_health

 

O estudo cita diversas pesquisas que comprovam os poderosos benefícios de agradecer. Uma delas é a descoberta, em 2015, de um grupo de neurocientistas renomados: os pesquisadores comprovaram que pessoas que mantinham “um diário de gratidão” por oito semanas, escrevendo todos os dias sobre coisas pelas quais estavam agradecidas, apresentaram redução no nível de vários biomarcadores inflamatórios. Os indivíduos pesquisados relataram “menos problemas de saúde, passaram mais tempo se exercitando e tiveram poucos sintomas de doenças físicas.” Ou seja: escrever sobre a gratidão é tão poderoso quanto o próprio sentimento de graça.